ORIENTAÇÕES PARA A CELEBRAÇÃO DO MATRIMÔNIO

PARÓQUIA SR BOM JESUS - CAMPO BELO/MG – maio de 2017

1.       Abertura do Processo de Habilitação

a.       O processo de habilitação deve ser feito com pelo menos três meses antes do casamento (Cf DPD 560 pág 127). Os noivos devem procurar a secretaria paroquial com os documentos exigidos e marcar a entrevista canônica com o padre. Caso não seja respeitado o prazo previsto, o casamento terá que ser remarcado, a fim de que as formalidades possam ser cumpridas dentro do tempo. Para a abertura do processo exige-se a presença dos dois nubentes (Cf DPD 563 pág 127).

b.       O processo de habilitação deve ser instruído na Paróquia onde reside um dos noivos como exige a Lei Complementar da CNBB ao c. 1083, § 2º (Cf DPD 561 pág 127), mesmo que a celebração for realizada em outra Paróquia.

c.       Devem ser feitos proclamas canônicos nas Igrejas (pregado à porta no quadro de avisos e lido nas missas) onde residem os nubentes. Caso um deles resida fora da Paróquia, tomados os endereços, seja enviado o devido proclama e se espere pela resposta (Cf DPD 570 pág 128).

 2.  Documentos exigidos

a. Certidão de Batismo (Batistério) do Noivo e da Noiva (no caso de ser batizado em outra Paróquia), assinada pelo Pároco e com o carimbo da mesma, com data máxima de 6 meses (Taxa Diocesana - R$ 24,00 – vinte e quatro reais);

b.  Xerox da Carteira de Identidade  e CPF do Noivo e da Noiva;

c. Certificado de Conclusão do Encontro de Noivos. O encontro de preparação, obrigatório para a celebração, deverá ser realizado na Paróquia onde reside um dos noivos (Cf DPD 571 pág 128). Há uma contribuição no valor de R$ 30,00 (trinta reais) a ser paga aos agentes no final dos encontros, para cobrir gastos com o Encontrão de Noivos e eventuais despesas.

d. Guia ou Recibo do Cartório de Registro Civil para o Casamento Religioso ou xerox da certidão de casamento civil;

e.  Comprovante de Residência do Noivo e da Noiva (Xerox da conta de água ou luz);

f.  Em caso de viúvos, trazer Xerox da Certidão de Óbito;

g. Há uma taxa pelo processo matrimonial de R$96,00 (noventa e seis reais). Se o Processo for feito em outra Paróquia esta taxa será de R$48,00 (quarenta e oito reais). Em caso de outro Assistente Eclesiástico (Sacerdote ou Diácono), é necessário apresentar o seu nome ao Pároco com antecedência para a devida delegação. No momento do Processo Matrimonial deverão pagar uma taxa adicional de R$48,00 (que será repassada ao respectivo Assistente pela Paróquia).

 3.  Regimento interno

- Quanto ao uso da Igreja:

a. A Igreja é um espaço sagrado, por isso, pedimos o devido respeito com relação à maneira de se vestir, de proceder e no uso dos móveis da Igreja. Noivos e testemunhas sejam admoestados à modéstia e discrição cristã no vestir-se (Cf DPD 590 pág 133).

b.Toda a celebração do casamento é orientada pelos casais da Pastoral Familiar, que de maneira VOLUNTÁRIA formam a Equipe de Celebração. Tal equipe é responsável em organizar as entradas, os lugares dos pais, testemunhas, damas e leitores). Estas orientações devem ser respeitadas. Esta equipe está autorizada a cortar o número de “Entradas” e até mesmo deixar de ajudar caso haja atraso por parte dos noivos e testemunhas. Não fazem o trabalho de colocar cravos e outros nas roupas das testemunhas. O casal que quiser este tipo de serviço contratará Cerimonial particular, sabendo que eles não poderão atuar dentro do templo (o trabalho deles é social, não tem nada a ver com a celebração do sacramento).

- Quanto ao consumo de energia:

a. Pedimos aos filmadores e cantores que economizem a energia da Igreja, ligando luzes e aparelhos somente 05 (cinco) minutos antes do início do casamento.

b. Os filmadores e fotógrafos mantenham a devida discrição. Não é permitido colocar nenhum objeto sobre o altar da celebração, nem usar o coro da Igreja para filmar ou fotografar. Não é permitido tirar fotografias no momento das leituras e da homilia. Não é permitido ficar transitando no presbitério antes da celebração, principalmente se estiver sendo celebrada a Santa Missa.

c. Para a filmagem só será permitido o uso de 02 (dois) holofotes com potência inferior a 1.000W, e será cobrada uma taxa no valor de R$30,00 a ser paga pelos profissionais com antecedência no escritório da Paróquia.

d. Após a celebração, pedimos não prolongar demais nas fotos, e cumprimentos no interior da Igreja. Com relação às fotos, depois da celebração do matrimônio, só serão permitidos 15 minutos para fotografias.

- Quanto à ornamentação:

a. O local de celebração seja discreta e moderadamente enfeitado e sem ostentação para que não seja ofuscado o mistério que se       celebra. Não sejam colocados enfeites, luminárias e fitas cercando os bancos, ou que escondam o altar e a mesa da Palavra. Estes sejam restritos ao Presbitério e feitos com dignidade e decoro. Permite-se, no entanto, um arranjo discreto à entrada da Igreja. O mesmo enfeite sirva aos ricos e pobres que se casam no mesmo final de semana seguidamente, para que não aconteça o   constrangimento (Cf DPD 580, 581, 582 pág 132).

b.  No final do último casamento, pedimos aos ornamentadores para retirarem os equipamentos utilizados para os enfeites.

c. A ornamentação deve ser feita no dia do casamento e as Igrejas serão abertas com 1 (uma) hora de antecedência, dispensando os ornamentadores de entrar em contato com os funcionários.

d. A ornamentação deve obedecer à seguinte disposição (máximo permitido):

-Igreja Nova Matriz: 4 arranjos no altar mor; 4 arranjos no presbitério; 1 arranjo próximo à mesa da Palavra.

 

 

-Igreja Matriz e outras Capelas da Paróquia: 2 arranjos no presbitério, 1 ou 2 do lado de fora.

 e. A Ornamentação seja de preferência com flores naturais, conforme pede a Liturgia e sejam doadas p/a Igreja. Os arranjos devem vir prontos da floricultura e não podem ser montados no interior da Igreja.

 f. Está proibido a colocação de tapetes em todas as Igrejas e Capelas da Paróquia do Sr Bom Jesus. As Floriculturas já foram   notificadas a respeito.

- Quanto ao Assistente Eclesiástico:

a. No caso da confirmação de outro assistente, a Paróquia não terá nenhuma responsabilidade com o mesmo e, caso ele venha a faltar, em substituí-lo. Os noivos arcarão com as despesas de viagem do mesmo, conforme orientação diocesana.

b. O respectivo assistente seja devidamente informado sobre as orientações paroquiais, não estando autorizado a fazer nenhuma alteração indevida. Ex.: Organização do lugar dos noivos (cadeiras); músicas, leituras, nº de testemunhas e rito.

- Quanto aos noivos:

a. Pedimos aos noivos que sejam pontuais, não é chique atrasar e, sim, falta de consideração com aqueles que vocês convidaram. A Equipe de Celebração está autorizada a cortar o nº de “Entradas” e até mesmo deixar de ajudar os noivos, pais e testemunhas caso haja atraso.

b. É proibida a ingestão de bebida alcoólica pelos noivos antes do casamento. É vergonhoso e o casamento pode ser adiado.

- Quanto às damas e pajens:

a. Pedimos que sejam crianças com idade acima de 03 anos, que não haja exagero no número das mesmas e que os noivos usem sempre o bom senso na escolha.

b. Não é permitido a entrada de placas, cartazes, animais de estimação, brinquedos, etc.

Lembre-se o que está sendo celebrado é um Sacramento.

- Quanto às testemunhas

a) As testemunhas da Igreja serão, no máximo, 12 casais (06 do noivo e 06 da noiva);

b) Apenas 04 casais (02 do noivo e 02 da noiva) assinarão o Processo Matrimonial.

c) É aconselhável que as testemunhas da cerimônia religiosa sejam de vivência cristã.

- Quanto aos cânticos e aos cantores

a) Somente é permitida a execução de músicas religiosas (católicas) durante a cerimônia. Não são permitidas músicas de filmes ou novelas, seculares e evangélico-protestantes. Lembramos que a Liturgia é algo sagrado. Casamento não é cena de novela, mas é momento de fé e oração e estamos dentro de um Templo Católico.

b) Os cantores devem chegar à Igreja e organizar tudo antes da cerimônia. Devem trazer todo o material que será usado (teclado, violão, cabos, microfones, etc).

c) Deve-se observar os seguintes momentos para as músicas:

1- Entrada do noivo c/os padrinhos. 

2- Entrada da noiva. 

3- Entrada da Bíblia (se houver) 

4- Aclamação ao Evangelho (litúrgica).                                                               

5- Entrada das Alianças. 

6- Comunhão. 

7- Oferta da rosa a Nossa Senhora. 

8- Momento das assinaturas. 

9- Cumprimentos.

(somente 3 músicas estão permitidas no momento dos cumprimentos)

d) A lista de música para aprovação da Igreja, deverá ser passada com pelo menos 2 semanas de antecedência, pela equipe de       música contratada ou pelos noivos, para o e-mail: psbjmusicas@yahoo.com.br, ou entregue no Escritório Paroquial.

Obs.: Caso haja negligência tanto da equipe de música ou noivos, as músicas serão cortadas durante a cerimônia com autorização do Sacerdote.

- Quanto às entradas e a saída:

a. Só são permitidas 4(quatro) entradas: 1. Do noivo com testemunhas, 2. Da noiva e damas, 3. Da Bíblia e 4. Das alianças.

b. Não jogar pétalas de rosas e/ou qualquer outro tipo de material (arroz, papel picado, bolinhas de sabão, lencinhos de papel, etc.) e nem distribuir bombons  nas dependências internas e ou externas da Igreja. Caso insistam serão convidados a limpar a porta do Templo (evite constrangimento).

-Informações: Tel.: 3831-1413

Expediente na Secretaria da Paróquia Sr Bom Jesus: de 2ª a 6ª feira, das 14h às 17h30; de 4ª a 6ª feira das 08h30 às 11h30.

a. Na semana antecedente ao Casamento, os noivos que desejarem comungar devem procurar o Padre, na Secretaria Paroquial, para se confessarem. Favor agendarem c/os secretários.

b. A Equipe de Celebração fará uma entrevista com os noivos para preencher o roteiro da celebração.

c. Momentos antes do casamento religioso, caso ainda não foi entregue, deve-se passar para a Equipe de Celebração o xerox da Certidão de Casamento Civil, para ser anexado ao Processo Matrimonial.

d. Pedimos aos noivos que estejam atentos a estas orientações, evitando assim aborrecimentos neste dia tão especial.

     

      _________­­­­­­­­­­­­________________________­­­­­­­                                                          _______________________________

         Pe. Sebastião Ananias Lino – Pároco                                                                        Pe. Cornelius – Vigário Paroquial

l

Tenha você também a sua rádio